Debbie Reynolds (1932–2016)

Debbie Reynolds era uma novata que já atuara em cinco papéis de menor importância, e esta era a sua maior oportunidade. Ela tinha que se sobressair junto de dois veteranos bailarinos, e conseguiu; notem a determinação do seu atrevido e pequeno rosto quando ela dá passos largos no momento em que, todos juntos, se encaminham para um sofá na apresentação do número “Good Morning”.

Roger Ebert, crítico de cinema, em uma análise de Cantando na Chuva publicada em A Magia do Cinema (Ediouro; pgs. 103 e 104).

Curta o Palavras de Cinema no Facebook

cantando-na-chuva

Veja também:
Vamos Dançar?, de Mark Sandrich

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s