O Lugar Onde Tudo Termina, de Derek Cianfrance

O jeito bruto é quebrado, em poucos momentos, pela presença de um bebê. Dois homens carregam essa criança em diferentes circunstâncias de O Lugar Onde Tudo Termina, de Derek Cianfrance. Um deles é criminoso, o outro um policial.

A história de ambos esbarra-se por acaso, quando o primeiro, transformado em ladrão de banco, é perseguido pelo segundo. Poderiam não ter qualquer ligação, poderia ser apenas um caso policial corriqueiro. É a criança que muda tudo. A história de um termina quando inicia a do outro – conectados mas ainda distantes.

Curta o Palavras de Cinema no Facebook

o-lugar-onde-tudo-termina1

O desfecho é até previsível: o espectador descobre logo que os filhos desses homens devem se encontrar em algum momento, entre idas e vindas, quando o filme dá sinais de que nada é por acaso. Luke (Ryan Gosling) é o primeiro a se apresentar: de costas, com o corpo repleto de tatuagens, ele segue para a tenda de circo na qual se apresenta. O público aguarda-o. É um motociclista no espetáculo do globo da morte.

O policial entra na história por acidente, quando um colega de profissão não consegue alcançar Luke, após um assalto a banco. A vida de Avery (Bradley Cooper) muda de repente: ele consegue matar o criminoso em circunstância estranha, da qual retira o título de herói – para a imprensa, para os amigos da polícia, para toda a sociedade.

A verdade é outra. A circunstância que muda tudo nada tem de heroica ou covarde. Cianfrance repele o retrato fácil, o escapismo que ora ou outra, no cinema, leva ao confronto entre seres treinados, destemidos: o cineasta molda a história de dois homens que tentam mudar o passado, seres tocados pela imagem da mesma criança.

Luke, ao descobrir que é pai, deixa o trabalho no circo e se estabelece. Tipos como ele não são difíceis de decifrar, crê o espectador. Mas isso pode ser enganoso: o rapaz, apesar de violento, ainda demonstra devoção ao filho. Quer ter raízes, busca dinheiro.

Reaproxima-se da mãe do bebê, companhia de apenas uma noite, a garota que, meses antes, quando ele passava pela mesma cidade, deixou-lhe boas lembranças. É a mãe de seu filho, Romina (Eva Mendes), que passou a viver com outro homem.

Desde os primeiros instantes, O Lugar Onde Tudo Termina dá a ideia de risco, com movimentos em falso e suas possíveis fatalidades. O perigo é representado pelos três motociclistas no globo da morte, girando em grande velocidade, em espaço exíguo.

o-lugar-onde-tudo-termina2

Mais tarde, quando a ação passa a Avery, vê-se o comodismo da vida familiar, do policial correto e pouco disposto a se envolver na corrupção levada à frente pelos colegas de profissão. Enquanto Luke alimenta-se do risco, Avery sintetiza a busca pela estabilidade em um meio cheio de corrupção e tropeços.

Em O Lugar Onde Tudo Termina, o crime é tão caro quanto a honestidade. Não estranha que seres sinceros – sim, sinceros demais – sejam o ponto de humanidade inesperada, distantes como estão do vilão e do herói.

Os filhos, depois, pagam pela ausência dos pais. O de Luke (Dane DeHaan) quer descobrir suas raízes, enquanto o de Avery (Emory Cohen) termina como adereço necessário ao agora político em época de campanha, alimentado pela fama de herói.

O fim não é muito diferente do início. O filho de Luke aprende com os erros do pai, preferindo a estrada às raízes. Segue a lugar nenhum – contra a ideia de uma sociedade justa e acolhedora, ou apenas para fugir dela. Tem motivos de sobra para tal.

(The Place Beyond the Pines, Derek Cianfrance, 2012)

Nota: ★★★☆☆

Veja também:
Os 20 melhores vilões do cinema nos últimos dez anos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s