De Duras para Rivette

Seu filme, é assim que o vejo. Eu o vejo numa Paris atemporal, imprevisível, inacreditável, como uma cidade que foi admirável e está em processo de destruição, em meio à qual há duas mulheres errantes que vêm não se sabe bem de onde nem de qual sociedade – de prisões, de asilos psiquiátricos, de grandes conjuntos habitacionais, ou de certas famílias francesas da aristocracia Muette-Passy. Estas mulheres desafiam qualquer noção de classe, estão soltas em meio à destruição de Paris e não conseguem mais parar, circulam como os automóveis, a atualidade, como Nova York na Europa, como o cinema, como a eternidade. Enquanto perambulam, são perseguidas pelo poder, que não se sabe se é o da polícia ou o da paixão. Há Bulle [Ogier], que ama um homem mas não morre disso. Há Pascale [Ogier], que ama o karatê: nunca se viu mulheres assim ao ar livre, sem nenhuma amarra, sem identidade; o filme corre como um rio, admirável, admirável, admirável.

Marguerite Duras, escritora e cineasta, em conversa com o também cineasta Jacques Rivette, na ocasião do lançamento de Um Passeio por Paris, dirigido pelo segundo. A conversa foi publicada no jornal Le Monde, em março de 1983, e reproduzida no catálogo da mostra Jacques Rivette – Já Não Somos Inocentes (pag. 151; veja aqui o catálogo completo). Abaixo, Pascale e Bulle Ogier, mãe e filha, em cena do filme e à frente de um cartaz de Kagemusha, a Sombra de um Samurai, de Akira Kurosawa.

Curta o Palavras de Cinema no Facebook

um passeio por paris

Veja também:
A aventura acidental em dois filmes de Jacques Rivette

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s