Os cinco melhores filmes de Pablo Trapero

No fim dos anos 90 e início dos anos 2000, o cinema argentino viu surgir grandes nomes, como Lucrecia Martel e Lisandro Alonso. Entre eles, o de Pablo Trapero logo ganhou espaço. Seu cinema volta-se a questões urgentes de seu país, como a polícia corrupta (Do Outro Lado da Lei), as favelas (Elefante Branco), o sistema carcerário (Leonera) e até mesmo a ditadura (O Clã). Abaixo, seus melhores filmes segundo o blog.

Curta o Palavras de Cinema no Facebook

5) Mundo Grua (1999)

O primeiro filme do cineasta argentino explora as dificuldades de um homem (Luis Margani) em seu trabalho, como operador de grua em uma obra, e depois a mudança para uma região distante. Ao mesmo tempo, o filme deixa ver o sentimento da personagem em detalhes vivos, na relação com o filho e com a nova namorada.

mundo grua

4) Abutres (2010)

O sempre ótimo Ricardo Darín interpreta o anti-herói, advogado que vaga pela noite em busca de vítimas de acidentes de trânsito. Sua intenção é lucrar com processos de indenização. Em suas incursões, encontra a médica Luján (Martina Gusman), que precisa se drogar para enfrentar a dura rotina do sistema de saúde na Argentina.

abutres

3) O Clã (2015)

O clã em questão é a família Puccio, cujo patriarca (Guillermo Francella), antes um soldado da ditadura argentina, torna-se sequestrador no período da redemocratização. A obra acompanha as ações do pai na companhia do filho mais velho, como a implosão dessa família aparentemente exemplar e as consequências de tempos ditatoriais.

o clã

2) Nascido e Criado (2006)

É como se os minutos iniciais dessem conta de toda a explosão da obra, e como se todo o restante se limitasse a apresentar a dor de um homem. E é justamente isso: uma obra sobre dor, isolamento, transformações. O protagonista (Guillermo Pfening) tem a vida transformada após um acidente de carro e resolve se refugiar na Patagônia.

nascido e criado3

1) Do Outro Lado da Lei (2002)

Drama frio, de extraordinária simplicidade, sobre um homem (Jorge Román) que se muda de uma região rural, após ser envolvido em um crime, e se torna policial em Buenos Aires. No novo ambiente, ele descobre os meandros de seu novo ofício, incluindo a corrupção. Ao evitar caricaturas, Trapero consegue ótimos resultados.

do outro lado da lei

Veja também:
O Clã, de Pablo Trapero
Nascido e Criado, de Pablo Trapero
A fratura do Estado no cinema de Pablo Trapero

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s