Bastidores: Três Mulheres

O homem enquanto macho vira um arcaico exemplar de museu, porque sua busca de autodestruição (a bomba atômica) é também a renúncia de sua virilidade, da luta pela sobrevivência, que é finalmente assumida pela mulher. Não há lógica nessa luta e Altman não vê razão intelectual para ela. A sobrevivência é instintiva e é isso que fascina o cineasta e suas três mulheres. Há lógica em ficar nove meses com um ser na barriga e correr o risco de vida para que ele veja a luz do mundo? Uma resposta é pouco para essas mulheres que desafiam a “ordem natural” para criar um mundo novo que pode não ser admirável, mas é único.

Antônio Gonçalves Filho, crítico e jornalista (Folha de S. Paulo, novembro de 1990; o texto foi reproduzido no livro A Palavra Náufraga, da Cosac & Naify).

três mulheres

três mulheres foto2

três mulheres2

Veja também:
Os dez melhores filmes de Robert Altman

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s