Vilmos Zsigmond (1930–2016)

Sempre defendeu que a direção de fotografia deve estar subordinada à realização, acreditando no trabalho de equipe. Por causa disso, nunca voltou a trabalhar com Spielberg, apesar do Oscar que recebeu por Contatos Imediatos do Terceiro Grau, dizendo que se tinha sentido um simples operador de câmara sem possibilidades de contribuir com ideias. “Estive para me despedir várias vezes, mas não encontraram um substituto e por isso acabei a rodagem”, contou vários anos depois.

Do obituário do jornal Público, em sua versão on-line, sobre o lendário diretor de fotografia, morto no primeiro dia de 2016 (leia texto completo aqui). Mestre no ofício, Zsigmond foi diretor de fotografia de Altman, Cimino, Spielberg e De Palma. Com o último, fez Um Tiro na Noite, como se vê na imagem abaixo, na qual aparece no canto inferior direito.

um tiro na noite

Veja também:
Um Tiro na Noite, de Brian De Palma

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s