Bastidores: O Bebê de Rosemary

Eu imaginei Rosemary diferente no início. Eu a imaginei mais como no livro: saudável e bem nutrida, como uma americana típica. Mia era muito frágil. Não era como imaginava Rosemary quando estava adaptando o livro. (…) Quando conheci Mia, logo vi que ficaria ótima no papel. (…) Cassavetes também foi minha ideia. No começo, também queria um americano típico.

Roman Polanski, cineasta, em declaração ao curto documentário O Bebê de Rosemary – Uma Retrospectiva, presente em sua edição em DVD.

o bebê de rosemary1

o bebê de rosemary2

Veja também:
Bastidores: O Iluminado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s