Acelerando nos bastidores

À medida que os filmes ganhavam realismo, foram necessárias adaptações para captar o movimento de forma convincente, de colocar o espectador no meio da ação. Às vezes, correr riscos. É o que se vê abaixo, em diferentes filmes.

Ben-Hur, de William Wyler

A famosa sequência da corrida de bigas é o ponto alto e, diz a lenda, não teria sido conduzida por Wyler. São alguns dos minutos mais emocionantes da sétima arte.

ben-hur

Operação França, de William Friedkin

O jovem diretor – que depois faria O Exorcista – foi às ruas de Nova York com poucos recursos, com a intenção de superar a sequência de perseguição de Bullitt. Fez história.

operação frança

Mad Max, de George Miller

Mais uma obra que ficou famosa pelas peripécias dos dublês, com sequências de tirar o fôlego. Acabou rendendo boa bilheteria e algumas continuações.

mad max

Os Caçadores da Arca Perdida, de Steven Spielberg

Sequências como essa ficaram manjadas: a personagem, em plena perseguição, segura-se como pode na frente do veículo em movimento. Era o tempo de glória de Spielberg.

caçadores da arca perdida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s