O papel do canalha

Disseram que o filme foi um fracasso porque a esposa se revela como um monstro frio – nenhuma mulher convidaria o marido para ver esse filme. Acredito mais numa outra razão para o fracasso, a de que o verdadeiro canalha em A Montanha dos Sete Abutres não seja nem Kirk Douglas no papel do repórter, nem Jan Sterling no papel da esposa – mas o público. O jornalista é aquele que dá comida à fera, mas não é ele mesmo a fera. É esta a causa do fracasso: ninguém quer ver a si mesmo no papel do canalha. Como é que se pode despertar a curiosidade das pessoas para ver o filme, se o que se mostra a elas é a que bestiais consequências a curiosidade leva?

Billy Wilder, diretor de A Montanha dos Sete Abutres, cujo protagonista (Douglas) é um jornalista sem escrúpulos que usa o caso de um acidente para se promover. A declaração está na biografia Billy Wilder: E o resto é loucura, de Hellmuth Karasek (Editora DBA).

a montanha dos sete abutres

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s