Candy, mulher fulleriana

Burra demais para ser prostituta, burra demais para ser amante. Jamais se tornaria uma dama.

Samuel Fuller, sobre a personagem Candy, vivida por Jean Peters em seu filme Anjo do Mal, uma bandida a serviço de espiões comunistas e que se apaixona por um batedor de carteiras.

anjo do mal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s