Fast Eddie Felson segundo Scorsese

Era um homem que estava ficando velho, que entendia a natureza disso. Fast Eddie Felson estava num ponto da vida em que tinha de aceitar um desafio, voltar ao que tinha feito. Tinha de parar de apostar. Tinha de se tornar um outro tipo de vigarista, vendendo bebida. Mas ele não conseguia resistir à alegria do jogo. Não só o bilhar, mas para animar o jogo da vida, que é o jogo da verdade. Mas ele tinha de lidar também com suas limitações como pessoa mais velha. Eu queria que fosse a história de uma pessoa mais velha que corrompe uma pessoa mais jovem, como uma serpente no jardim da inocência.

Martin Scorsese em entrevista a Richard Schickel, no livro Conversas com Scorsese (Cosac Naify). Scorsese fala da personagem de Paul Newman em seu filme A Cor do Dinheiro, de 1986, que rendeu ao ator seu único Oscar. Newman já havia interpretado o mesmo papel em Desafio à Corrupção, de 1961, dirigido por Robert Rossen. Na obra de Scorsese, Newman divide a cena com um jovem jogador de sinuca interpretado por Tom Cruise. Sobre o filme de Rossen, Scorsese diz:

Desafio à Corrupção é uma obra-prima, então eu não podia imitar aquilo. Mas eu adorava Newman, e ele estava nos dando uma grande chance.

cor do dinheiro

Curta o Palavras de Cinema no Facebook

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s